logo_mental_mais_saude

Hipnose e Depressão

Muitas pessoas sofrem com depressão e os seus sintomas, uma doença grave que compromete a vida pessoal e profissional do paciente. Mas o que muitos não sabem é que existem tratamentos que vão além da psicoterapia convencional e dos medicamentos. A hipnose, por exemplo é uma alternativa muito eficaz para tratar a  depressão. Em diversos casos, ela pode ser mais rápida e eficaz, por isso ela é conhecida como terapia breve. Quer entender como essa técnica funciona e tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto? Então, não deixe de continuar a leitura!

Como funciona a hipnose?

A hipnoterapia é uma modalidade terapêutica, regulamentada pelos conselhos federais de medicina, psicologia, odontologia, fisioterapia e terapia ocupacional. Apesar de não parecer, é uma técnica simples, que leva a um estado de relaxamento: é o chamado transe, um estágio entre o sono e a vigília. O que acontece no corpo é uma diminuição da frequência cerebral e o aumento da concentração focada. O paciente entra em um estado modificado da consciência. Durante esse período, o hipnoterapeuta acessa o subconsciente do paciente, fazendo com que ele tenha percepções diferentes de eventuais memórias traumáticas, ou gerando transes que aumentem a percepção sobre as possibilidades que pode gerar em sua vida. Quando acessa a memória passada, que muitas vezes é a origem do problema, tem-se a possibilidade de rever o fato e encontrar uma maneira de superá-lo, através de procedimentos e métodos que conduzem à ressignificação do trauma. O método é tão eficaz que as mudanças podem ser notadas já nas primeiras sessões.

A hipnoterapia é uma modalidade terapêutica, regulamentada pelos conselhos federais de medicina, psicologia, odontologia, fisioterapia e terapia ocupacional. Apesar de não parecer, é uma técnica simples, que leva a um estado de relaxamento: é o chamado transe, um estágio entre o sono e a vigília. O que acontece no corpo é uma diminuição da frequência cerebral e o aumento da concentração focada. O paciente entra em um estado modificado da consciência. Durante esse período, o hipnoterapeuta acessa o subconsciente do paciente, fazendo com que ele tenha percepções diferentes de eventuais memórias traumáticas, ou gerando transes que aumentem a percepção sobre as possibilidades que pode gerar em sua vida. Quando acessa a memória passada, que muitas vezes é a origem do problema, tem-se a possibilidade de rever o fato e encontrar uma maneira de superá-lo, através de procedimentos e métodos que conduzem à ressignificação do trauma. O método é tão eficaz que as mudanças podem ser notadas já nas primeiras sessões.

Quais são os mitos e as verdades sobre o assunto?

No passado, a hipnose já foi vista como uma técnica fraudulenta, pois foi muito explorada por charlatães e ilusionistas. Tanto que, até hoje, alguns pacientes se mostram resistentes a essa prática.

Abaixo alguns exemplos de mitos e verdades sobre a hipnose:

  • Pessoas de qualquer sexo e idade podem ser hipnotizadas;
  • O paciente não perde a consciência ou fala contra sua vontade durante o transe;
  • O transe não é um sono profundo, mas sim um estado de relaxamento, apropriado para as mudanças que o cliente/paciente queira realizar em sua vida;
  • É a própria pessoa que se hipnotiza: o hipnoterapeuta apenas orienta;
  • Não é possível ficar “preso” na hipnose;
  • Geralmente, o paciente se lembra de tudo o que disse durante a sessão.

Quais benefícios a hipnoterapia traz?

Apesar de a doença ser grave, o tratamento não necessariamente deve ser demorado ou complicado. E uma das grandes vantagens da hipnoterapia é a duração. Ou seja: a técnica tem obtido resultados muito positivos e em menos tempo do que outros tratamentos convencionais. Com a hipnose, muitas vezes, pode ser possível notar uma mudança completa com apenas 10 sessões. Um estudo da década de 1970, realizada pelo psicólogo norte-americano Alfred Barrios, constatou uma taxa de sucesso no tratamento com a hipnoterapia  de 93%  com um número médio de 6 sessões. A hipnose pode ser usada no tratamento de diversas doençastraumas ou dificuldades, tais como:

  • depressão;
  • ansiedade;
  • síndrome do pânico;
  • fobias;
  • dermatites;
  • alcoolismo;
  • tabagismo;
  • estresse;
  • rinite alérgica;
  • obesidade;
  • transtorno obsessivo compulsivo;
  • síndrome do intestino irritável;
  • distúrbios sexuais;
  • dores crônicas;
  • gagueira;
  • falta de autoconhecimento;
  • bloqueios de aprendizagem;
  • falta de concentração;

Quais benefícios a hipnoterapia traz?

Apesar de a doença ser grave, o tratamento não necessariamente deve ser demorado ou complicado. E uma das grandes vantagens da hipnoterapia é a duração. Ou seja: a técnica tem obtido resultados muito positivos e em menos tempo do que outros tratamentos convencionais. Com a hipnose, muitas vezes, pode ser possível notar uma mudança completa com apenas 10 sessões. Um estudo da década de 1970, realizada pelo psicólogo norte-americano Alfred Barrios, constatou uma taxa de sucesso no tratamento com a hipnoterapia  de 93%  com um número médio de 6 sessões. A hipnose pode ser usada no tratamento de diversas doençastraumas ou dificuldades, tais como:

  • depressão;
  • ansiedade;
  • síndrome do pânico;
  • fobias;
  • dermatites;
  • alcoolismo;
  • tabagismo;
  • estresse;
  • rinite alérgica;
  • obesidade;
  • transtorno obsessivo compulsivo;
  • síndrome do intestino irritável;
  • distúrbios sexuais;
  • dores crônicas;
  • gagueira;
  • falta de autoconhecimento;
  • bloqueios de aprendizagem;
  • falta de concentração;

 

Como usar a hipnose para tratar a depressão?

A depressão pode ocorrer devido a alterações neuroquímicas no cérebro. Trata-se de uma doença que vem acompanhada de diversos sentimentos, sensações e emoções, como a tristeza, a impotência e a falta de vontade. A autoestima fica baixa, a pessoa se sente muda o seu humor e, normalmente, busca o isolamento. Em casos mais graves, o paciente pode apresentar delírios, alucinações e até pensamentos suicidas. Dificilmente uma pessoa vai conseguir reverter esse quadro sem a ajuda de um profissional. Por isso, geralmente, o tratamento é necessário. E, mesmo que haja a indicação do uso de medicamentos, a hipnose pode ser realizada conjuntamente e atuar como uma aliada no processo de recuperação. Por meio dela, o paciente analisará seus medos e/ou dificuldades de forma mais clara. É possível descobrir as causas da depressão e agir diretamente no problema. Depois que forem entendidas e trabalhadas, essas razões deixam de existir. Nesse momento, os hormônios começam a voltar ao normal e a mente torna a agir de forma mais equilibrada. O paciente também é incentivado a observar seu lado positivo e a analisar suas qualidades, mudando a forma como encara a vida e os problemas. É trabalhada a autoestima e a segurança. A pessoa passa a se conhecer melhor e aprende a lidar com seus sentimentos. O objetivo é fazer com que ela seja capaz de agir de forma diferente diante de situações que representavam um problema.

Como escolher um bom profissional?

O sucesso do tratamento não depende apenas do paciente, mas também do profissional que aplica as técnicas da hipnoterapia. Por isso, é importante tomar alguns cuidados na hora escolher a clínica ou o hipnoterapeuta que vai conduzir o processo. O primeiro passo, que é buscar o máximo de informações sobre o tema, você já está dando. Pesquise como a hipnose pode ajudar a resolver seu problema. Leia sobre como funciona a técnica e como são as consultas: quanto mais conhecimento você tiver, mais fácil será avaliar e reconhecer um bom profissional. Outra forma de ter certeza de que o hipnoterapeuta realmente é confiável é se informando sobre suas qualificações e certificações. A internet é uma ótima ferramenta para isso. Faça buscas sobre a formação e, se possível, não deixe de buscar referências com outros pacientes. Depois de todas essas pesquisas, é hora de partir para uma consulta de avaliação. Não tenha medo ou vergonha de tirar todas as suas dúvidas, descreva seu problema, pergunte sobre o tempo de tratamento e alinhe suas expectativas. Sentir-se seguro e acreditar no profissional são fatores indispensáveis. A Mental Mais Saúde, por exemplo, é uma clínica especializada em saúde mental, aqui focamos no acolhimento da pessoa humana não apenas no atendimento com hipnose, mas também com Médicos Psiquiatras, Psicólogos, Psicanalistas, Hipnoterapeutas, Médico Ortomolecular, Nutricionistas e Terapeutas Holísticos. Todos os profissionais são qualificados para auxiliar nas mais diversas necessidades. Os nossos hipnoterapeutas são profissionais preparados para aplicar as mais variadas técnicas de hipnose, ou seja especialistas em otimizar o funcionamento cerebral. Em outras palavras, eles ensinam o paciente a focar os pensamentos em resultados positivos. Se você busca um tratamento de hipnose para depressão, entre em contato conosco. 

Agende sua consulta

Agora que você já sabe conhece as aplicações da psicologia, agende uma consulta com um dos nossos profissionais através do telefone/whatsapp 11 93953.7722. Ou clique no botão de WhatsApp no nosso site.  

 Clica no vídeo abaixo e vem conferir a fala do nosso profissional no quadro “O Especialista Responde”, tirando algumas dúvidas sobre Hipnose, no canal da Mental Mais Saúde no Youtube

Nos siga nas redes sociais

mental_mais_saude_artigo_depressao_e_hipnose
Gostou desse conteúdo? Envie para um amigo pra ajudá-lo a evoluir
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Email
Telegram

Você também pode se interessar por...

fome_x_fome_emocional_mental_mais_saude
Nutrição

Fome física x Fome emocional.

Fome física: FraquezaDor de estômagoDor de cabeça Fome emocional: RaivaEstresseDepressãoSolidãoFelicidadeAnsiedade Alimentos parasua saúde mental AbacateCacauChocolateCastanhasNozesSementesBananaChásMelissaPassifloraEspinafre

Ler mais
[ameliabooking trigger=amelia-custom-id]