logo_mental_mais_saude

Psicologia: Da etimologia à modernidade.

 

A Psicologia é derivada de palavras gregas que significam “estudo da mente ou da alma”. Hoje em dia é comumente definida como a ciência que estuda o comportamento humano. Os profissionais desta área estudam os mais variados temas do comportamento humano, tais como o desenvolvimento, as bases fisiológicas do comportamento, a aprendizagem, a percepção, a consciência, a memória, o pensamento, a linguagem, a motivação, a emoção, a inteligência, a personalidade, o ajustamento, o comportamento anormal, o tratamento do comportamento anormal, as influências sociais, o comportamento social, etc.  

Aplicações da Psicologia

A psicologia é frequentemente aplicada na indústria, na educação, na engenharia, na saúde, em assuntos de consumo e em muitas outras áreas. Você é um profissional da área da saúde e, portanto, lidará com pessoas e irá se interagir com o ser humano. O profissional de saúde deve sentir-se bem consigo mesmo se pretende fazer alguém sentir-se bem. Ele não é um robô, nem tampouco o são as pessoas com quem trabalham pacientes, médicos, supervisores, enfermeiras, auxiliares de enfermagem e familiares dos pacientes, cada um é um ser humano, semelhante e ao mesmo tempo diferente dos demais seres humanos.  

Psicologia do senso comum

O conhecimento do senso comum é intuitivo, espontâneo, de tentativas e erros. É um conhecimento importante porque sem ele a nossa vida no dia-a-dia seria muito complicada. O senso comum é o tipo de conhecimento que vamos acumulando no nosso cotidiano.  

Psicologia como ciência

A ciência proporciona diretrizes lógicas para avaliar a evidência e técnicas bem raciocinadas para verificar seus princípios. Quando buscamos definir, descrever e prever comportamentos estamos fazendo ciência. São observações sistematizadas, conhecimento metodológico, experimentado, testado, comprovado.  

Características que descrevem a Psicologia como ciência:

 

  • Objeto específico de estudo = homem (no sentido mais amplo).
  • Linguagem precisa e rigorosa = não utiliza termos do senso comum sem preocupação conceitual.
  • Métodos e técnicas específicas = entrevistas estruturais, testes, técnicas de terapia.
  • Processo cumulativo do conhecimento = Um novo conhecimento é produzido sempre a partir de algo anteriormente desenvolvido.
  • Objetividade = possibilidade de verificação com o máximo de isenção de emoção possível.

   

Áreas da Psicologia

  • Psicologia Biológica;

  • Psicologia Experimental;

  • Psicologia Social;

  • Psicologia Clínica;

  • Psicologia Escolar ;

  • Psicologia Organizacional;

  • Psicologia da Saúde e Hospitalar.

 

Psicologia Biológica

O estudo do comportamento humano pela Psicologia deparou com muitas questões polêmicas sobre a determinação biológica do comporta­mento. Quais as relações entre nossa fisiologia e nosso comportamento? Como o ambiente influi em nosso organismo? Quais os aspectos de nos­so psiquismo que estariam determinados geneticamente? Haveria uma determinação genética para os comportamentos? A Psicologia não poderia responder a essas questões, se não aliasse seus estudos aos da Biologia. Assim, a Psicobiologia é uma área de pesquisa comum às duas ciências, que procura desenvolver o conhecimento sobre as bases biológicas do comportamento. Dentre os vários temas estudados pela Psicobiologia, podemos des­tacar a aprendizagem, a estimulação sensorial, os estados psicológicos, as drogas e as doenças mentais.  

Psicologia Experimental

Segundo estudiosos, a Psicologia experimental é uma área científica que estuda a mente por meio da experimentação. Logo, avalia as questões da psique humana através da manipulação, observação e anotação das variáveis que influenciam as pessoas. O que difere essa área de estudo das outras é a sua especificidade metodológica. Ou seja, o suporte que a área recebe por meio de experimentos com o intuito de validar ou não teorias científicas. Outras vertentes psicológicas utilizam o método da experimentação para confirmarem os seus métodos de trabalho.

Psicologia Social

Psicologia social é um ramo de estudo da psicologia que se foca na análise do comportamento do indivíduo perante as suas relações sociais. A psicologia social é uma área que se encontra no limite entre a psicologia e a sociologia, de acordo com alguns teóricos. Na realidade, o ponto que diferencia ambas é o fato do objeto de estudo da psicologia se focar no indivíduo, enquanto que a sociologia se concentra no grupo social.  

Psicologia Clínica

Psicologia clínica é a área da psicologia dedicada ao estudo dos distúrbios mentais, seus sintomas, causas, tratamentos e intervenções psíquicas. O escopo da psicologia clínica engloba todas as idades, múltiplas diversidades e sistemas variados. A Psicologia Clínica é então uma das áreas que os psicólogos atuam e que sofre mudanças ao longo do tempo. A clínica psicológica se caracteriza não pelo local em que se realiza – o consultório -, como antigamente, mas pela qualidade da escuta e da acolhida que se oferece ao sujeito. Por isso, atualmente, já existem diversas plataformas que oferecem atendimentos psicológicos on-line.  

Psicologia Escolar

A Psicologia Escolar é o campo da psicologia que se articula com a área da educação para proporcionar melhorias nos ambientes educacionais. Inicialmente, essa relação psicologia-educação possuía uma forte tendência em corrigir determinados problemas de aprendizagem do aluno a adaptá-lo à escola. A partir do desenvolvimento da psicologia enquanto ciência, novos estudos foram realizados e verificou-se uma necessidade de mudança da forma como a área estava inserida nas escolas.    A psicologia escolar passou por uma revisão e atualmente busca incluir em suas análises fatores que vão além dos aspectos individuais, familiares e psico-afetivos. Dessa forma, a área tem contribuído de forma significativa para melhorar o desempenho dos alunos, proporcionar um ambiente escolar saudável para estudantes, professores e funcionários, além de ser importante para promoção do desenvolvimento e aprendizagem.   

Psicologia Organizacional

A Psicologia Organizacional trata do universo da psicologia, trabalho, organização e pessoas, e a relação estabelecida entre eles. O Psicólogo Organizacional se tornou mais um agente de transformação dos contextos organizacionais. Lidar de forma acurada com seres humanos, seus problemas e conflitos dentro de uma organização exige alguns conhecimentos específicos. Cuidar dessas questões e trabalhar para que haja o pleno desenvolvimento das pessoas e a harmonia no ambiente de trabalho são algumas das funções da Psicologia Empresarial.

Psicologia da Saúde

A Psicologia da Saúde é uma especialidade psicológica bem recente, constituindo uma disciplina que visa melhor entender as questões relativas à saúde. Ela se preocupa com a compreensão pedagógica, científica e específica da Psicologia, sustentando o objetivo de instrumentalizá-la no desenvolvimento e na preservação da saúde, na profilaxia e na cura das enfermidades, na apuração das causas e na determinação precisa das doenças que acometem os pacientes, e também na melhoria da qualidade das políticas de Saúde.  

Psicologia Moderna

A psicologia moderna tratou de compilar fatos/casos sobre o comportamento e a experiência humana, organizando-os de forma sistemática e elaborando teorias para a sua compreensão. Estes estudos permitem explicar o comportamento dos seres humanos e inclusive anteceder as suas ações futuras. A psicologia também se pode dividir em psicologia básica (a sua função consiste em gerar novos conhecimentos no que diz respeito aos fenômenos psicológicos) e em psicologia aplicada (tem como objetivo a solução de problemas práticos através da aplicação dos conhecimentos produzidos pela psicologia básica).                  

  A psicologia anda lado a lado com psiquiatria a fim de tratar condições de saúde mental dos indivíduos, no entanto ambas tratam-se de áreas de atuação distintas. A psicologia (tendo a figura do psicólogo) é a área que oferece tratamento por meio de mudanças de comportamento, enquanto que a psiquiatria (com a figura do psiquiatra) tende a realizar a prescrição de medicamentos e outras soluções a fim de administrar condições de saúde mental num paciente.                  

Na Mental Mais Saúde temos psicólogos especialistas em crianças, adolescentes, adultos, orientação vocacional e dependência química, além dos Médicos Psiquiatras, Psicólogos, Psicanalistas, Hipnoterapeutas, Médico Ortomolecular, Nutricionistas e Terapeutas Holísticos. Todos os profissionais são qualificados para auxiliar nas mais diversas necessidades. Caso necessite passar pela avaliação com os nossos psicólogos saiba que geralmente, a psicoterapia é recomendada sempre que uma pessoa está lutando com uma questão de vida. Seja relacionamentotrabalho ou uma preocupação específica de saúde mental. Em comum, essas ou outras questões estarem causando um grande sofrimento ou dor por vários dias.  

 psicologia_ da_etimologia_a_modernidade  

Agende sua consulta

Agora que você já sabe conhece as aplicações da psicologia, agende uma consulta com um dos nossos profissionais através do telefone/whatsapp 11 93953.7722. Ou clique no botão de WhatsApp no nosso site.  

 

 Clica no vídeo abaixo e vem conferir a fala do nosso psicólogo no quadro “O Especialista Responde”, tirando algumas dúvidas sobre Psicologia, no canal da Mental Mais Saúde no Youtube.       
 


Nos siga nas redes sociais

INSTAGRAM: @mentalmaissaude_

FACEBOOK: mental mais saude

YOUTUBE: mentalmaissaude

Gostou desse conteúdo? Envie para um amigo pra ajudá-lo a evoluir
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Email
Telegram

Você também pode se interessar por...

Psicanálise

O tempo cura tudo?

O TEMPO REALMENTE CURA TUDO? Para quem nunca passou por nenhuma situação tragicamente marcante ou algum trauma essa resposta pode ser facilmente respondida, mas e

Ler mais
[ameliabooking trigger=amelia-custom-id]