logo_mental_mais_saude

Olá pessoal, hoje nós vamos falar sobre esquizofrenia, mas você sabe o que é?

A esquizofrenia é um transtorno mental caracterizado pela perda de contato com a realidade (psicose), alucinações (é comum ouvir vozes), falsas convicções (delírios), pensamento e comportamento anômalo, redução das demonstrações de emoções, diminuição da motivação, uma piora da função mental (cognição) e problemas no desempenho diário, incluindo no âmbito profissional, social, relacionamentos e autocuidado.

A esquizofrenia é um grande problema de saúde pública em todo o mundo. O transtorno pode afetar os jovens no momento exato em que estão estabelecendo a sua independência e pode ter como resultado incapacidade e estigma durante toda a vida. Em termos de custos pessoais e econômicos, a esquizofrenia encontra-se entre os piores transtornos que afetam a humanidade.

A esquizofrenia afeta aproximadamente 1% da população, e ocorre na mesma proporção em homens e mulheres. Nos Estados Unidos, por exemplo, a esquizofrenia é responsável pelo afastamento de uma em cada cinco pessoas que solicitam dias de dispensa no seguro social, bem como por 2,5% dos gastos com todo o serviço de saúde. No Brasil essa é uma doença que acomete aproximadamente 150 mil pessoas. A esquizofrenia é mais frequente do que a doença de Alzheimer e a esclerose múltipla.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DA ESQUIZOFRENIA?

A causa exata da esquizofrenia não é conhecida, mas uma combinação de fatores, como genética, ambiente, estrutura e química cerebrais alteradas, pode influenciar. “Estudos apontam que ocorre algum defeito na produção ou na ação de um neurotransmissor chamado dopamina”, conta o psiquiatra Ary Gadelha de Alencar, da Universidade Federal de São Paulo.  Há décadas que cientistas do mundo inteiro buscam testes e exames que comprovem e agilizem o diagnóstico prévio da doença, pois por conta do diagnóstico tardio o individuo acometido por esse transtorno deixe de conseguir tratamento rápido e eficaz e com um prognóstico favorável a longo prazo. Mas, infelizmente, essa não é a realidade na grande maioria dos casos.

 

 

FIQUE ATENTO AOS SINTOMAS

Se você vê em alguma pessoa ou familiar os seguintes sintomas fiquem alerta e busque ajuda profissional o quanto antes.

  • delírios(ideias delirantes, pensamentos irreais, “ideias individuais do paciente que não são partilhadas por um grande grupo”, como, por exemplo, um indivíduo que acha que está a ser perseguido pela polícia, ou ainda, que implantaram um chip em seu cérebro e estão escutando e vigiando suas ações.
  • alucinações, percepções irreais de audiçãovisãopaladarolfatoou tacto, sendo mais frequentes as alucinações auditivas e visuais;
  • pensamento e discurso desorganizado (confusão mental), elaboração de frases sem qualquer sentido ou invenção de palavras;
  • alterações visíveis do comportamento, ansiedade excessiva, impulsos ou agressividade constante na fase de crise.

 

TIPOS DE ESQUIZOFRENIA

A esquizofrenia pode ser classificada em diferentes tipos, de acordo com os principais sintomas que a pessoa apresenta. No entanto, segundo a DSM V (Manual de diagnóstico de Saúde Mental) , que faz a classificação de vários transtornos mentais, já não se considera a existência de vários subtipos, uma vez que acordo com vários estudos não se observam diferenças na evolução e no tratamento de cada subtipo.

Assim, os principais tipos de esquizofrenia são:

1. Esquizofrenia paranoide

É o tipo mais comum, em que predominam os delírios e alucinações, principalmente o ouvir vozes, sendo também comum alterações do comportamento, como agitação, inquietação.

2 – Esquizofrenia catatônica

É caracterizada pela presença do catatonismo, em que a pessoa não reage de forma correta ao ambiente, havendo movimentos lentos ou paralisia do corpo, em que se pode permanecer na mesma posição por horas, lentidão ao falar ou até não falar, repetição de palavras ou frases que alguém acabou de dizer, como também a repetição de movimentos bizarros, realização de caretas ou olhar fixo.

É um tipo menos comum de esquizofrenia, e de tratamento mais difícil, havendo risco de complicações como desnutrição ou autoagressão, por exemplo.

3. Esquizofrenia hebefrênica ou desorganizada

Predomina o pensamento desorganizado, com falas sem sentido e fora do contexto, além de ser comum a presença de sintomas negativos, como desinteresse, isolamento social e perda da capacidade de realizar atividades do cotidiano.

4. Esquizofrenia indiferenciada

Surge quando há sintomas de esquizofrenia, no entanto estes não encaixam nos outros tipos e, por isso, a pessoa não se encaixa nos tipos de esquizofrenia citados.

5. Esquizofrenia residual

É uma forma crônica da doença. Acontece quando os critérios para esquizofrenia ocorreram no passado, mas não estão ativos atualmente, entretanto, ainda persistem sintomas negativos como lentificação, isolamento social, falta de iniciativa ou afeição, expressão facial diminuída ou falta de autocuidado, por exemplo.

 

 

TRATAMENTO

O tratamento da esquizofrenia é orientado pelo psiquiatra, com medicamentos antipsicóticos, que ajudam a controlar principalmente os sintomas positivos, como alucinações, delírios ou alterações do comportamento.

Outros medicamentos do tipo ansiolíticos, ou estabilizadores do humor, podem ser usados para aliviar os sintomas em caso de agitação ou ansiedade, além de antidepressivos, pode ser indicada no caso de depressão.

Além disso, é necessária a realização de psicoterapia e terapia ocupacional, como forma de contribuir para uma melhor reabilitação e reintegração do paciente ao convívio social. A orientação à família e o acompanhamento por equipes de apoio social e comunitárias também são medidas importantes para melhorar a eficácia do tratamento.

E para te ajudar venha conhecer a MENTAL MAIS SAÚDE

 

Nos dias atuais cada vez mais é necessário cuidar da saúde mental.
Pensando nisso, a Mental Mais Saúde traz até você o cuidado que precisa.
O nosso time de profissionais está capacitado para cuidar e te ajudar na preservação da sua saúde mental.

Equipe Mental +

 

Contamos com profissionais altamente preparados para atender e cuidar da sua saúde mental com todo carinho e atenção. Sabemos o quanto a sua saúde mental é importante para o decorrer da sua vida, pensando nisso, nossa prioridade é focada em você!

Para nós, cuidar significa mais!

 

Agende sua consulta!

 

Agora que você já conhece as aplicações da Psiquiatria, agende uma consulta com um dos nossos profissionais através do telefone/WhatsApp 11 93953.7722. Ou clique no botão de WhatsApp no nosso site.

Esquizofrenia
Gostou desse conteúdo? Envie para um amigo pra ajudá-lo a evoluir
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Pinterest
Email
Telegram

Você também pode se interessar por...

fome_x_fome_emocional_mental_mais_saude
Nutrição

Fome física x Fome emocional.

Fome física: FraquezaDor de estômagoDor de cabeça Fome emocional: RaivaEstresseDepressãoSolidãoFelicidadeAnsiedade Alimentos parasua saúde mental AbacateCacauChocolateCastanhasNozesSementesBananaChásMelissaPassifloraEspinafre

Ler mais
Psicanálise

O tempo cura tudo?

O TEMPO REALMENTE CURA TUDO? Para quem nunca passou por nenhuma situação tragicamente marcante ou algum trauma essa resposta pode ser facilmente respondida, mas e

Ler mais
[ameliabooking trigger=amelia-custom-id]